Educação: um ato de encantar e se encantar


É inerente ao professor a busca por novos caminhos como organizador do conhecimento e da aprendizagem. Nesse sentido, passa a ser um aprendiz permanente, arquiteto do saber, buscando sempre planejar, organizar o currículo e pesquisar, estabelecendo estratégias para a resolução de problemas.

Para se transformar em um profissional cativante, o professor precisa dominar a arte de encantar, abrindo os olhos dos educandos para a capacidade de envolver-se e mudar.

Um passo essencial na Educação para o encantamento é o ato de parar, olhar e se surpreender, sem pressa e com o coração disponível para a beleza.

Para que a Educação seja transformadora precisa estar centrada na vida. Quando reconhecemos os alunos como sujeitos de sua aprendizagem, interagimos e estabelecemos uma relação de afeto e confiança.

Assim compreendemos que o homem é sujeito de sua própria história, comprovando que ninguém se realiza sozinho, nós nos realizamos na interação e no encontro e assim, descobrimos novas formas de encantamento e reencantamento.

Pensando na busca pela fascinação na Educação, o Instituto Aldeia do Sol recebeu no dia 28 de março um grupo de professoras da Rede Estadual de Ensino de Joinville.

Durante o encontro proporcionamos momentos de interação, seguidos de provocações pedagógicas, onde buscamos mostram um pouco do jeito Aldeia de ser, mostrando que o encantamento é possível e primordial.

Nesse sentido, seguimos juntos na caminhada, num contínuo exercício de se olhar, para nos tornarmos seres educadores e pessoas cada dia melhores.

Ref: Moacir Gadotti, Ensinar-e-aprender com sentido.

















Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

I Seminário Aldeia do Sol: por uma educação que respeita a infância

Palestra sobre Desenvolvimento Psicossexual Infantil

II Seminário Aldeia do Sol: uma Educação que respeita a criança